help bg

Blogue do Keats

O blogue Keats oferece excelentes informações sobre a aprendizagem da língua chinesa, a cultura chinesa, o chinês mandarim e informações sobre a China.
Go Back

10 choques culturais na China

Comida na China

Talvez tenha aprendido que a China tem muita comida deliciosa e mal pode esperar para a provar. Mas gostaria de vos lembrar que, devido à enorme diferença na cultura alimentar entre a China e o Ocidente, podem ficar surpreendidos ou confusos com muitos pratos na China. Por exemplo, de um modo geral, a comida ocidental não é sujeita a um processo de cozedura complicado e, normalmente, preserva os ingredientes no seu sabor ou estado original. Mas na China, todos os pratos, quer sejam fritos, panados, fritos ou cozidos, requerem pelo menos dois passos para serem preparados, e alguns pratos complexos requerem mesmo mais de cinco passos para serem cozinhados.

Para além disso, há pratos na China que pode não compreender. Por exemplo, os cogumelos (chamados Jun zi no dialeto local) são especialmente populares em Yunnan. Mas como se trata de um alimento selvagem, nem toda a gente está habituada ao seu sabor. Além disso, a comida chinesa é normalmente cozinhada com muito óleo, em comparação com algumas refeições ocidentais, e muitos dos pratos podem ser bastante picantes, pelo que alguns ocidentais com um paladar mais leve podem não estar habituados.

Olhar fixo e apontar

Em quase todos os locais, os turistas estrangeiros que visitam a China atraem muita atenção em público, especialmente os que são louros ou de pele clara. As pessoas apontam frequentemente o dedo na sua direção para o identificar perante amigos e familiares, ao mesmo tempo que lhe dirigem um olhar aberto e inexpressivo. O apontar é muitas vezes acompanhado da palavra “laowai”. Ouvirá este termo muitas vezes, mas não se ofenda; as pessoas estão geralmente apenas curiosas, mas não são antipáticas.

Espaço pessoal

Se alguém se aproximar demasiado de si quando fala consigo ou se os passageiros se encostarem calmamente a si nos transportes públicos cheios de gente, não se ofenda. Os chineses não têm a mesma noção de espaço pessoal que os ocidentais, devido à sua vasta população.

Língua

A língua está definitivamente incluída nestes 10 choques culturais. Em termos de sistemas linguísticos, as línguas ocidentais (como o inglês) e o chinês são duas famílias linguísticas completamente diferentes. O chinês é uma família linguística sino-tibetana e o inglês pertence à família linguística indo-europeia. Pode haver mais barreiras linguísticas do que pensa, porque a língua é mais do que apenas a superfície, como dissemos, aprender uma língua é, na verdade, aprender a cultura desse país.

Se vem à China para visitar, trabalhar ou estudar. A língua chinesa está sempre em primeiro lugar, tal como a cultura chinesa. Por isso, aprender chinês na China num ambiente linguístico imersivo é a escolha perfeita para si, e a Escola Keats, com uma história de quase 20 anos, será a escolha perfeita para se entregar à cultura chinesa.

Guarda-chuva ao sol

Pode reparar em pessoas com guarda-chuvas num dia de sol e sentir-se confuso. Tem algo a ver com o padrão de beleza chinês, em que se deseja uma pele mais branca em vez da ideia ocidental de que o bronzeado é geralmente aceite. Por isso, as raparigas esforçam-se por evitar o sol com guarda-chuvas.

Não se surpreenda se vir pessoas com guarda-chuvas em dias de sol na rua, e é tão comum como muitos ocidentais gostarem de apanhar sol e apenas por uma questão de diferença estética. Há também pessoas que usam guarda-chuvas para evitar queimaduras solares e insolação, uma vez que o sol no verão é realmente abrasador na maior parte da China.

Fortes laços familiares

Os nativos chineses têm laços familiares muito fortes. A ligação é tão grande que se vêem os avós a tomar conta dos netos. Na China, os avós gostam de gozar a vida ajudando a criar e a ensinar à geração seguinte de crianças a história das suas raízes familiares e da sua cultura. Nos países ocidentais, também se vê isto, no entanto, há mais avós reformados a cuidar dos seus animais de estimação ou a ter os seus passatempos. Na China, o ambiente é muito afetuoso e orientado para a família.

Utilização de telemóveis

Não é raro ver pessoas reunidas à volta de uma mesa a falar ao telemóvel. Os telemóveis estão quase sempre na mesa ao lado do proprietário e são constantemente verificados. Os meios de comunicação social na China também são muito variados e muitas pessoas estão agarradas aos seus telemóveis, viciadas nas aplicações mais recentes. Muitos estrangeiros que acabam de chegar à China podem achar estranho o facto de haver tantas pessoas a olhar para os telemóveis no metro ou nas ruas.

Escadas rolantes na China

Um amigo estrangeiro disse-me que, quando anda de escadas rolantes num centro comercial ou numa estação de metro na China, se depara com um fenómeno que considera muito inconveniente. Os chineses parecem não se importar com o lugar onde ficam nas escadas rolantes e, muitas vezes, ficam lado a lado se tiverem amigos com eles. Mas em muitos países ocidentais, as pessoas costumam ficar do lado direito da escada rolante, deixando o lado esquerdo livre para as pessoas com pressa passarem rapidamente. Tenho de admitir que é um bom hábito, especialmente se estivermos atrasados para o trabalho, e que as pessoas à frente das escadas rolantes podem ser irritantes. Mas isso não significa que os chineses sejam rudes e mal-educados. Se estiveres com pressa, podes simplesmente dizer à pessoa que está à tua frente: “借过”, e as pessoas abrirão caminho para si imediatamente.

Água quente

Para os chineses, a água quente (re shui) resolve todos os problemas. E isso não se limita às dores menstruais. As senhoras evitam beber água fria durante o período. E se tiver frio, pode ouvir algumas pessoas dizer: beba mais água quente, que isso vai ajudá-la a melhorar. Além disso, se quiser uma bebida quente (mesmo um simples copo de água) num restaurante chinês ou numa loja de bebidas, a maioria dos restaurantes pode fornecê-la. Mas nos países ocidentais, se pedir um copo de água quente num restaurante, as pessoas vão achar muito estranho.

Transportes públicos

Ao contrário das cidades americanas, os transportes públicos na China são incrivelmente cómodos. Embora alguns estrangeiros possam achar difícil viver sem carro próprio, é possível deslocar-se facilmente na China utilizando os transportes públicos. Na China, existem muitos tipos diferentes de transportes públicos, incluindo autocarros, metros, bicicletas partilhadas e e-bikes. Por vezes, utilizar um veículo pessoal não será mais rápido do que utilizar os transportes públicos devido ao engarrafamento. Se, desta vez, pretender viajar para vários locais na China, pode considerar apanhar o comboio de alta velocidade em vez de um avião. Ficará surpreendido com a velocidade do comboio.

Related Articles

Which Chinese Language Program
is right for you?

PROGRAMS

Rients's Story at Keats Kunming, My Second Hometown

OVER 7300+ STUDENTS HAVE STUDIED AT KEATS

Josh

Josh | USA

Small Group Chinese Class

I really had a wonderful experience at the school. The teachers are very very friendly. In my class, we practice speaking, listening, reading, and writing. We play games and other fun activities. We have trips around town. The staff at Keats is phenomenal. My teacher is one of the best teachers I have ever had in my educational experience. She comes in with a smile every day.

嶋田京子

嶋田京子 | Japan

Intensive One-on-One Chinese Classes

Kunming’s scenery is very beautiful. It is the best place to study Chinese in China. My favorite learning method at Keats School is one-on-one because it is suitable for everyone. My teacher is very good, very caring, and lovely. My life when learning Chinese in Kunming is very good and the weather is very good. The air is very good. It is good for the elderly’s body.

Claudia

Claudia | Australia

Intensive One-on-One Chinese Classes

I’ve been at Keats school and Kunming now for one month doing the one-on-one Chinese lessons with two different teachers. I really enjoy it. Both of my teachers are very friendly and patient. They really helped me to improve my Chinese, both of my reading and speaking. I really enjoy studying Chinese in Kunming as well. This city is really beautiful and the weather is nice, the air is clean. It’s one of the best cities in China to study Chinese.

Hilary

Hilary | USA

Intensive One-on-One Chinese Classes

I’ve had a really great time here. I’ve studied a lot with my teacher who was fantastic. Keats School tried very hard to match its students with really good teachers that their personality works very well together. I really enjoy studying Chinese at Keats and I will definitely come back.

Jean

Jean | USA

Intensive One-on-One Chinese Classes

I can’t tell you how much I liked it. The thing I liked about the teachers and the teaching method is that there is so much flexibility. The other thing I liked about the teaching is the combination of classic textbook learning and going outside. I loved it! I like getting to know other students. Everybody shared the same goal and that’s making their Chinese better. Kunming is a big city, but it is very safe to live here. Another thing I liked about Keats is the idea that people here help you. I can’t recommend it enough. I think it was a valuable experience. Looking forward to coming back!

Ramji

Ramji | USA

Intensive One-on-One Chinese Classes

The best part of the school is the patience the instructors had and the time to focus on the fundamentals like pronunciation. I think it is very easy to skip over those and go to vocabulary. But by learning the pronunciation, I feel like it helped me gain a better understanding of the language.

Mike

Mike | Australia

Small Group Chinese Class

I think Kunming is a great city, the weather is really good. I really like Keats school and found it is very organized. The teachers here are very good. They have a coffee shop and new classrooms, a new lounge area here now, so you can chill out with your friends and practice your spoken Chinese with natives. If you’re considering coming to Keats to study, I would really recommend it. It’s the best place to learn Mandarin and I think it will be a great experience for you.

 

Judith

Judith | USA

Intensive One-on-One Chinese Classes

Listening and speaking in the classroom every day has improved my communication skills. After three weeks, my new words and sentences became more and more natural and fluent. Now I am used to thinking in Chinese, and I understand better what other people say, to be able to have real conversations with other people.

Please use vertical scrolling on your mobile device.